Topo

Ibovespa fecha em queda com incerteza política; Marfrig dispara

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice acionário da B3 fechou em queda nesta segunda-feira, diante de incertezas em torno do cenário político local, mesmo depois da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

As ações da Marfrig seguiram na direção oposta do indicador e dispararam quase 19 por cento, após a empresa anunciar a compra do controle da norte-americana National Beef Packing Company, por 969 milhões de dólares.

O Ibovespa fechou em queda de 1,78 por cento, a 83.307 pontos. O volume financeiro somou 9,224 bilhões de reais.

Apesar da prisão de Lula, que se entregou à Polícia Federal na noite de sábado, o cenário eleitoral para sucessão presidencial este ano permanece uma grande incógnita, acionando o modo de cautela dos investidores.

“No começo do ano, o mercado esperava que quando realmente resolvesse a situação do Lula seria um grande alívio, mas agora está, na verdade, sobrando incerteza. Como vai ser a migração eleitoral e quem consegue herdar o legado eleitoral dele”, disse o diretor de gestão da Mapfre Investimentos, Carlos Eduardo Eichhorn.

Além das dúvidas sobre a migração dos votos que seriam de Lula, Eichhorn ressalta a cautela diante de uma falta de definição sobre um candidato de centro. 

A preocupação com o cenário político local deixou a bolsa brasileira na contramão de Wall Street, onde os três principais índices fecharam em território positivo.

DESTAQUES

- MARFRIG ON disparou 18,81 por cento, a 7,39 reais, e atingindo as maiores cotações intradia e de fechamento desde maio de 2017. Segundo os analistas do BTG Pactual, uma empresa resultante da operação anunciada nesta segunda-feira poderia ter uma relação entre dívida líquida e lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 1,5 a 2 vezes.

- ELETROBRAS ON caiu 9,56 por cento e ELETROBRAS PNB teve perda de 6,74 por cento, liderando a ponta negativa do Ibovespa após a troca no comando do Ministério de Minas e Energia, que passou a ter Moreira Franco como titular, no momento em que se discute a privatização da empresa. O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira, disse à Reuters que a escolha de Moreira Franco para assumir o Ministério é positiva para os planos do governo de privatizar a elétrica.

- BRADESCO PN perdeu 3,79 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN teve desvalorização de 2,22, figurando entre as principais pressões negativas no índice devido ao peso desses papéis em sua composição. 

- PETROBRAS PN caiu 3,52 por cento e PETROBRAS ON cedeu 2,88 por cento, na contramão dos preços do petróleo no mercado internacional, que fecharam em alta.

- VALE ON subiu 0,49 por cento, após trocar de sinal algumas vezes ao longo do dia, firmando-se no azul apesar da queda dos contratos futuros do minério de ferro na China.

Tags:

FENECON - Federação Nacional dos Economistas  
SCS Ed. Anhanguera, Quadra 02 - Conj 717 / 718 - Brasília - DF  |  Cep : 70.315-900
Telefone: (61) 3225-0690 Telefax: (61) 3224-7381 | atendimento: de 13 às 19 horas | fenecon@fenecon.org.br