Topo

Os trens que geram água no lugar de gases poluentes e são apontados como futuro

Trens a hidrogênio podem se tornar uma realidade no Reino Unido no início da próxima década, de acordo com o governo britânico.

Isso porque eles são muito menos poluentes do que os trens a diesel e podem chegar a locais onde os trens elétricos não chegam.

Em vez de dióxido de carbono, como os modelos tradicionais, estes trens emitem apenas água.

O repórter Roger Harrabin, da BBC, foi à Alemanha, onde trens a hidrogênio já são uma realidade, para mostrar como eles funcionam.

A diferença em relação aos trens comuns ficam clara quando se está sobre um vagão, onde

ficam as células de combustível que movem a composição.

As células usam um processo eletroquímico para gerar energia.

O hidrogênio é posto em contato com oxigênio do ar, o que produz eletricidade.

As células ainda precisam ser resfriadas por ventoinhas para impedir que superaqueçam.

Um abastecimento por 15 minutos é suficiente para que o trem percorra 965km.

Há um porém: fabricar estes trens custa mais caro do que fabricar trens a diesel.

No entanto, países precisarão de trens que não contribuam para o aquecimento global.

Então, há um futuro para os trens a hidrogênio.

Tags:

FENECON - Federação Nacional dos Economistas  
Rua Marechal Deodoro, nº 503, sala 505 - Curitiba - PR  |  Cep : 80.020-320
Telefone: (41) 3014 6031 e (41) 3019- 5539 | atendimento: de 13 às 18 horas | trevisan07@gmail.com e sindecon.pr@sindecon-pr.com.br